Minha cirurgia refrativa

Olá amores tudo bom com vocês ?? 

Hoje vim falar de saúde! Há cerca de cinco meses realizei mais um sonho que foi operar da miopia. Usava óculos desde os quatro anos e já não estava aguentando mais. Achei meu anjo da guarda que chama Dr. Roberto Ivo que me deu esperanças de conseguir operar, porque eu já estava tentando há muito tempo e não tinha um bom retorno. Fiz os exames necessários para saber se podia operar, e a resposta foi a melhor: SIM! Finalmente meu sonho estaria prestes a realizar. O meu problema era ter a córnea um pouco mais fina do que o normal e isso dificulta um pouco. Mas existe outro tipo de cirurgia que chama PRK, feita especificamente para quem tem este problema.


Para quem não conhece, este tipo de cirurgia refrativa aplica-se o laser diretamente sobre o tecido corneano superficial, o que leva a um pós-operatório um pouco mais desconfortável, mas com tendência de cicatrização maior quando comparado ao outro laser: o LASIK. Durante o PRK a energia do excimer laser vaporiza o tecido corneano, permitindo esculpir a córnea e modelar sua curvatura para eliminar a miopia, hipermetropia ou astigmatismo. Na técnica o olho é anestesiado com gotas de colírio anestésico e um aparelho é colocado entre as pálpebras para impedir que se pisque durante a cirurgia. Em seguida, o oftalmologista remove o epitélio, uma fina camada que recobre a córnea. Durante o PRK, deve-se olhar para a luz do Excimer para o laser ser aplicado e remodelar a forma da córnea. Terminada a aplicação do laser, o oftalmologista põe uma lente de contato terapêutica sobre a córnea operada, que será removida dentro de 2 a 7 dias.


Nas consultas anteriores à cirurgia tirei todas as minhas dúvidas, pois estava morrendo de medo. O meu maior medo era de ficar cega, mas o doutor anulou esta hipótese e me deixou mais tranquila. Operei em Santo André, SP, em uma clínica especializada. Foi tudo muito rápido, o maior medo na hora é porque a cirurgia é feita totalmente acordada, sensação horrível, pois eu vi tudo que aconteceu. Em média acho que a cirurgia toda durou menos de dez minutos. Não dói, não incomoda, pelo contrário parece que o doutor não está mexendo dentro do seu olho. São aplicadas várias gotas de colírio anestésico e você não sente nada. Ruim mesmo é assistir a cirurgia toda, ora ficava tudo preto depois tudo branco. Sério se tivesse que fazer de novo, não sei se faria. A única parte ruim é essa sensação estranha por estar acordada vendo tudo e sentindo cheiro de queimado quando o laser está removendo o grau hahaha. Após terminar o doutor introduz uma lente de contato em cada olho, que é como se fosse um curativo. Ele me deixou em choque porque disse que a lente não podia cair de jeito nenhum, senão eu sentiria muita dor. Me passou uma porrada de colírios e remédio.

Já saí da clínica de óculos de sol, pois a luz me incomodava bastante e os meus olhos estavam muito vermelhos. Dor eu não sentia, e sim um incômodo, parecia que tinha areia nos olhos e não parava de piscar. O caminho foi longo até em casa e então foi saindo o efeito do colírio anestésico e o incômodo começou a piorar um pouco.

RECUPERAÇÃO

Desde quando resolvi fazer a cirurgia, sabia que a recuperação ia ser um pouco mais dolorida por este modo PRK, mas eu não me importava, queria operar. Os três primeiros dias foram os mais doloridos. No dia não consegui dormir, porque doeu um pouco e eu também estava com medo da lente cair rs. O doutor disse que quanto mais eu tempo eu dormisse melhor para mim, pois não ia sentir dor. Só conseguia andar de óculos de sol, até dentro de casa, a claridade me incomodava demais. Quando o efeito do anti-inflamatório passava, a dor era um pouco forte, mas aí já era hora de tomar outro.

No dia seguinte fui ao hospital para o doutor olhar. Não conseguia andar na rua sozinha, meu pai teve que me levar porque sem condições rs. Desde quando coloquei o silicone nos seios (para quem não sabe tem post sobre isso aqui) descobri que tenho uma boa cicatrização. No dia seguinte o doutor disse que já estava cicatrizando, ele não acreditou. Nem eu! Fiz bastante repouso, dormi bastante (pelo menos tentei), mas nos primeiros dias é meio que impossível fazer alguma coisa. Não conseguia mexer no celular, não conseguia ver TV por causa da claridade, então minha saída foi dormir rs. Já nem gosto! Sair na rua, somente de óculos escuros, por causa da radiação solar. No começo é super estranho, usava óculos praticamente a vida toda e me ver sem ele foi diferente, me peguei várias vezes procurando os óculos para colocar após o banho, ou sentir que está faltando algo. Foi difícil de acostumar.

Voltei a trabalhar com sete dias, ainda com a lente nos olhos. Nos primeiros dias você não vê diferença nenhuma, parecia que eu via as pessoas com uma sombra do lado, mexer no computador então, as letras embaçavam, foi difícil trabalhar, mas todos me ajudaram e entenderam bem. Neste mesmo dia que voltei a trabalhar, fui retirar a lente de contato. Aí sim a vida começa a melhorar, bem devagar fui voltando a enxergar, já estava preocupada, mas o processo é lento mesmo.

Com mais ou menos 15 dias operada retornei ao médico para fazer mais uma avaliação e para a minha felicidade só estava com meio grau no olho esquerdo e zero no direito. Ele disse que este meio grau ia sumir. Ao passar dos dias só ia melhorando.

Voltei nele depois com quase três meses operada, mais uma surpresa: o grau estava totalmente zerado. Eu estava enxergando muito mais do que ele imaginava. A cirurgia foi um sucesso. Nem ele imaginava que eu estava tão bem assim. Era para fazer retornos de 6 em 6 meses, mas eu estou tão bem que agora só volto ano que vem!

Desde que fiz a cirurgia a minha vida mudou. Me sinto mais bonita, consigo passar minha maquiagem sem ter que colocar a cara no espelho para enxergar, consigo ler as coisas de longe. Posso por óculos de sol sem grau e enxergar normalmente. Era um sonho que queria ter realizado há muito tempo, e Deus permitiu realizar.

Agradeço ao doutor Roberto que foi um anjo na minha vida e me fez crer que se você quer você pode! Já estava triste, achando que não poderia operar nunca, e ele me fez brotar um pingo de esperança que já nem tinha mais em mim e realizou meu sonho. Serei grata eternamente. Deus coloca pessoas na nossa vida para lembrarmos que anjos existem sim! Agradeço ao meu noivo também que em todo momento esteve do meu lado correndo comigo. Você não existe, se não fosse por você não teria operado.

Hoje enxergo a vida com outros olhos. Só digo uma coisa: corram atrás dos seus sonhos, pois podem ter certeza que um dia vão se realizar.

Espero que tenham gostado amores! Qualquer dúvida, deixem nos comentários!

Beijos e até o próximo 😉

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *